A2: Sustainability Assessment Methodology

Oral presentation of your proposed assessment methodology of agricultural multifunctionality, resilience and bottlenecks (methodology developed by your working group); constructive participation in discussion

Every group of students is expected to elaborate a methodological guide on how to carry out a sustainability assessment for a clearly delineated context, and clearly showing how the analysts should collect, process and present the necessary data. The methodology should have the following structure:

1) Brief introduction (which serves as justification of the importance of this particular sustainability assessment, and of the chosen assessment approach). The Intro should clearly delineate:

  • Two types of Target Audience of your proposed Sustainability Assessment Methodology: These two types of target audience may be overlapping, e.g. the team of analysts may be composed of scientists/extensionists, as well as some of the farmers intended to benefit from actions implemented as a result of sustainability analysis: 
    • Sustainability analysts: who could apply your proposed methodology in a real study, from data collection through analysis to presentation to the intended beneficiaries
    • Intended beneficiaries: who could directly use the results (if your proposed sustainability assessmente was to be applied in a study) and/or who could benefit from actions implemented as a result of the sustainability assessment
  • Sampling universe (geographical and conceptual scope): where & with whom should data be collected

2) Methodology, incl. coherent suit of indicators and the methods of standardization/rescaling, analysis and summarization/graphical representation to the target audiences

3) Expected Outcomes /Impacts

4) References

-------------------------------------------------

General instructions to prepare coherent oral presentations of a proposed study:

Cada estudante prepara individualmente ou em grupo (grupos receberão a mesma nota por indivíduo) uma apresentação oral muito concisa que sintetiza a proposta da sua análise integrativa refinada a partir das sessões de assesoria individual durante a disciplina. Toda apresentação deve ser dirigido para um público acadêmico amplo, ou seja, definir palavras ou conceitos ambíguos importantes e evitar o uso de jargão técnico específico da área de conhecimento.

Estrutura (máx. 20-30 min de apresentação oral):

1. SEU Título (~½ slide, ou seja um slide com pouca informação): que captura a conclusão central da sua análise; deve gerar interesse na SUA análise; e ser conciso e fácil de entender.

2. Introdução (~4-6 slides): Tem a função de justificar qual é o problema que gera a demanda para executar o seu estudo; porque a sua análise é importante. O público ouvinte deve sentir uma curiosidade tremenda de querer ouvir os resultados!

3. Objetivos (~1 slide, ou seja um slide com pouca informação): Articular muito sucintamente (em 1-2 frases orais, guiados por notas em slide abreviadas – rápidas de ler, mas muito concretas e inequívocas; no slide não deve ter frases completas, apenas componentes essenciais da frase para evitar texto supérfluo)

4. Metodologia de análise (~10-15 slides): O procedimento conciso, concreto e claro da análise quantitativa seguida. Com o objetivo de facilitar o entendimento e economizar tempo, convém incluir tabela(s) e/ou diagrama(s), mas tem que ser possível ler completamente em menos do que o tempo previsto para mostrar esse slide! A metodologia deve conter apenas as especificações necessárias para poder avaliar a validade e implicações da abordagem analítica (muito sucinta!).

5. Resultados esperados + Implicações (2-3 slides): resumir apenas os resultados esperados e suas implicações:

  • para gerar novas conclusões que não poderiam ser feitas com análise individual de cada uma das fontes de dados individualmente e
  • para a integração da conservação e do uso dos ecossistemas.

6. Referências bibliográficas e/ou outras fontes (1 slide): Só incluir referências essenciais para a apresentação (justificativa com dados não amplamente consensuadas ou intuitiva, FONTES DE DADOS ANALISADOS, teorias/ideias de outros; comparação com dados de outros) ideias. As citas nos slides da apresentação podem ser bastante abreviadas, p.ex. “Foley et al. 2011” ou “Foley et al. 2011 Nature” (ou seja, primeiro autor, ano, e talvez fonte).