Fórum de Notícias

Seminário Internacional Fazendo Gênero 10

 
Imagem de Izabela Liz Schlindwein
Seminário Internacional Fazendo Gênero 10
por Izabela Liz Schlindwein - Wednesday, 17 Apr 2013, 22:30
 

Olá, pessoal!

 

      Para quem quiser saber mais sobre o evento Fazendo Gênero, no qual vocês serão inscritos automaticamente caso sejam escolhidos no Prêmio GDE, envio mais informações e o link - http://www.fazendogenero.ufsc.br/10/:

      O Seminário Internacional Fazendo Gênero 10 – “Desafios Atuais dos Feminismos” será realizado em Florianópolis, entre os dias 16 e 20 de setembro, promovido pelo Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), pelo Centro de Comunicação e Expressão (CCE), bem como por outros Centros da UFSC, em parceria com o Centro de Ciências Humanas e da Educação da Udesc. 

      O “Fazendo Gênero 10″ visa favorecer a articulação dos estudos de gênero com abordagens que envolvem outras categorias de análise como classe, raça, etnia e gerações; criar espaços de troca de experiências e diálogo entre investigadores acadêmicos e aqueles ligados a outras entidades e aos movimentos sociais; incentivar a participação de estudantes de graduação e de pós-graduação nas discussões travadas no campo dos estudos feministas e de gênero, possibilitando uma formação mais qualificada na área, e produzir conhecimentos que possam resultar em material bibliográfico a ser publicado em livros e periódicos sobre o tema. Como nas três edições anteriores, será oferecido um simpósio temático sobre “Gênero e Práticas Corporais e Esportivas”.


      A concepção geral do evento considera que, apesar dos avanços obtidos por meio das inúmeras lutas travadas pelas mulheres, muitos obstáculos persistem, alguns se re-configuraram, outros emergiram, exigindo por isso mesmo o debate em torno dos “Desafios Atuais dos Feminismos”, os quais incluem, entre outros, a baixa participação das mulheres nas instâncias de poder político; as desigualdades de gênero no âmbito do trabalho e da distribuição de renda; as dificuldades enfrentadas no âmbito das lutas pelo direito ao aborto; as violências domésticas e institucionais de gênero; a grave situação das mulheres, principalmente de baixa renda, nos contextos pós-coloniais e transmodernos; as iniquidades em saúde; as contramarchas nas lutas pelos direitos LGBT e contra os efeitos de subordinação das interseções de gênero, classe, gerações, raça/etnia e deficiência; as assimetrias de gênero no âmbito da participação das mulheres na produção do conhecimento científico; a inserção significativa das mulheres nas mobilidades contemporâneas, entre outros.

 

Obrigada.

 

Tânia Welter - professora

Luciana Alvarenga - tutora presencial

Izabela Liz - tutora a distância